Vela Solidária já navega

A Vela Solidária começou a navegar no passado dia 26 de Fevereiro, dando início a um ano cheio actividades.
Em 2012 daremos resposta a várias associações/entidades que no seu dia a dia trabalham em prol de crianças, jovens e adultos que por uma ou outra razão necessitam de ajuda ou orientação.
Neste sentido a Vela Solidária tentará dentro das suas possibilidades proporcionar momentos de formação e enriquecimento pessoal que potenciem a integração social, a relação interpessoal e o aumento da qualidade de vida.
Este ano, pela primeira vez em Portimão serão desenvolvidas actividades de vela regulares destinadas a pessoas portadoras de deficiência física e mental.
De momento ainda não dispomos de todos os recursos necessários para cumprirmos na integra com os objectivos que estipulamos para 2012, mas acreditamos que com o apoio de todos, consigamos possibilitar a prática da vela a todos aqueles a quem normalmente este desporto está “vedado”.
Queremos agradecer o apoio de todos aqueles que têm apoiado a Vela Solidária e têm ajudado a “Rumarmos a um Futuro Melhor”.

Vela Solidária – Primeiro ano em revista

No próximo dia 18 de Dezembro encerra o primeiro ano de actividade da Vela Solidária.
A mudança de atitude tem sido notória e os resultados que surgem da vontade de aprenderem e participarem activamente em todas as manobras e tarefas durante as aulas é o maior reflexo de que estamos a atingir os objectivos a que nos propusemos em Fevereiro deste ano.
A delineação dos objectivos para 2012 está perto de estar finalizada mas, podemos adiantar que o domínio da navegação com spi e a participação numa ou mais regatas, serão sem dúvida, o que mais irá cativar estas jovens velejadoras.

Neste momento estamos na fase de efectuar contacto e estabelecer parcerias para que 2012 seja o ano de continuidade e afirmação da Vela Solidária.
Para 2012 a Vela Solidária está a planear um aumento significativo no número de instituições e jovens envolvidos. Passaremos a integrar as crianças e jovens da Casa da Nossa Senhora da Conceição, da Catraia e do Bom Samaritano, o que implicará passarmos de 23 para 60 jovens envolvidos.
Da mesma forma, e porque teremos à nossa disposição uma embarcação de vela adaptada, daremos início aos subprojectos “Velejadores Especiais” e “Andar à Vela”, destinados a jovens portadores de deficiência mental e física respectivamente.

Dia 18 será o último dia do projecto de 2011, tal como previsto, e desde já convidamos todos os patrocinadores, parceiros, colaboradores e amigos da Vela Solidária a estarem presente naquela que não será a última aula mas sim, a primeira de uma nova fase de desenvolvimento deste projecto.

Vela Solidária apoia projecto “Turismo Social”

A Vela Solidária tornou possível que 23 utentes do projecto “Turismo Social” de Alvor, com idades compreendidas entre os 64 e os 89 anos, navegasse à vela, sendo que para 18 deles esta foi a primeira experiência de navegação numa embarcação à vela.
Para além da experiência de vela, estes idosos tiveram ainda a possibilidade de dar um passeio pelo ante porto da barra de Portimão a bordo de uma embarcação a motor, gentilmente disponibilizada pela Marina de Portimão.
O projecto “Turismo Social” é oferecido pela Junta de Freguesia de Alvor a todos os reformados / idosos da freguesia. Através do Turismo Social têm a oportunidade de participar em passeios culturais em diversas zonas do país, com o objectivo de dar a conhecer à comunidade sénior o património cultural e edificado de Portugal e proporcionar o convívio entre os residentes na Freguesia. Este projecto tem ainda como objectivo proporcionar novas experiências e elevar a qualidade de vida de todos os seus participantes.
Um obrigado especial a todos os participantes desta iniciativa, à Daniela, que organizou toda a actividade e à Marina de Portimão cujo apoio foi fundamental.

Projecto Vela Solidária

As desigualdades sociais são uma realidade no Portugal Europeu em que
vivemos e condicionam, de forma determinante, o desenvolvimento de todos os
jovens que, por uma ou outra razão, se vêm impossibilitados de aceder a
direitos constitucionais, como é o caso do desporto, que é um direito de
todos.

Num “*País de marinheiros*”, a Vela é um desporto cuja prática é, por si só,
entendida como elitista. Este julgamento resulta das dificuldades que se
colocam a todos quantos pretendem praticar Vela, nomeadamente por força dos
encargos financeiros que este desporto implica.

Tendo em conta estas duas premissas e a realidade Portimonense, pelas suas
condições naturais e pelas infra-estruturas de que dispõe, surge este
projecto que visa contribuir para uma formação integral das jovens da Casa
da Nossa Senhora da Conceição, através da prática da Vela de forma regular e
sistemática. Visite-nos em vela-solidaria.blogspot.com.