Por estas bandas, o baile é mandado, o doce é fino e as mouras ainda são encantadas. As encruzilhadas são de evitar, pois de tanta praga rogada até as línguas se travam. Eis as marcas que definem um espaço e um povo. Eis o Algarve.

O FOrA – Festival da Oralidade do Algarve é uma mostra da tradição oral da região realizada em vários espaços de Portimão e Alvor. O festival é composto por uma sucessão de eventos que visam divulgar e demonstrar as várias expressões do património oral do Algarve: os provérbios, as lengalengas e trava-línguas, as adivinhas e anedotas, as lendas e contos, os cantares e as orações populares, as formas de dizer e os modos de fazer que passam de geração em geração na voz das gentes dos Algarves. As sessão são interactivas e realizam-se sucessivamente em vários espaços, dentro e fora de portas. Os participantes são convidados a circular de sessão em sessão, na descoberta dos tesouros guardados na memória do povo algarvio.

Este ano, o FOrA realizou-se entre 10 e 14 de Maio. Portimão e Alvor voltaram a acolher este festival que, nesta edição, também chegou a Odeceixe.