Participe no 40 25s – Abril no Algarve

blog

Já está disponível o Blog de divulgação do projecto 40 25s – Abril no Algarve: Blog 40 25s

Tal como a página de Facebook, o Blog será utilizado para a divulgação dos testemunhos e conteúdos do projecto, notícias da época, resenhas históricas, etc. Estas ferramentas serão frequentemente actualizadas com novos conteúdos ao longo do ano.

O 40 25s é um projecto corporativo, cujo sucesso dependerá da participação activa da sociedade civil. Envie-nos o seu depoimento ou testemunho para [email protected] O texto deverá incluir:
– Aproximadamente 3500 caracteres (incluindo espaços).
– Identificação dos responsáveis pelos depoimentos;
– Questões a abordar: experiências, expectativas, frustrações, reflexões sobre a simbologia da data, idade no 25 de Abril de 1974 e idade actual, profissão no 25 de Abril e profissão actual
– Envie também outros conteúdos como fotografias, vídeos, recortes de jornais, etc..

Participe e ajude-nos a construir este 40 25s – Abril no Algarve.

40 25’s – Abril no Algarve está lançado!

40 25 im

Na noite de 23 de Abril teve início mais um projecto da Teia D’Impulsos, intitulado 40 25’s – Abril no Algarve. A noite foi marcada pela tertúlia A Arte da Revolução, a qual pretendeu dar uma outra visão sobre a Revolução de Abril, com testemunhos de Fernando Reis Luís e de Franco Charais.

Visite a página de facebook deste projecto com alguns feed-backs do que se passou na tertúlia: Facebook 40 25s

Franco Charais
“A Arte é uma expressão de impressões. Traz-nos esta frase ao pensamento de que tudo no fundo é arte, até o simples gesto de tirar dinheiro da carteira.”
“Querem abafar o espirito do 25 de Abril, mas todos os anos por esta data esse espírito renasce e teima em não se deixar ofuscar por discursos contraditórios.”

Fernando Reis Luís
“O Lápis Azul(censura) obrigava os poetas a utilizarem metáforas bastante ricas. A poesia de Manuel Alegre antes do 25 de Abril de 1974 era bastante mais rica.”
“Os escritores algarvios como Saul Dias que juntava a arte da pintura (assinava como Julio) e da poesia, numa convergência de artes no âmbito de acções revolucionárias.”

A Arte da Revolução

40_25s net

Na próxima quarta-feira, dia 23 de Abril, pelas 21h30, o encontro está marcado na Casa Manuel Teixeira Gomes, em Portimão, para uma noite de tertúlia sob o mote “A Arte da Revolução”. O pintor e militar de Abril Franco Charais e o poeta Fernando Reis Luís sentar-se-ão à mesa para uma conversa sobre o lugar e o papel da arte no despertar das consciências e na expressão dos valores da liberdade e da igualdade. Como é que a arte fez Abril? O que mudou no campo artístico nos últimos quarenta anos? As expectativas que emergiram com a Revolução foram concretizadas ou ainda estão por se realizar? Continuará a arte a ser um instrumento de mudança nos dias de hoje e um alicerce das gerações futuras?
A tertúlia “A Arte da Revolução” enquadra-se no projecto “40 25s – Abril no Algarve”, promovido pela associação Teia D’Impulsos em parceria com a Editora Arandis, o qual será apresentado ao público nesta mesma sessão de dia 23 de Abril.

Nota de Imprensa 09-2014

40 25s – Abril no Algarve

logo 40 25s

O projecto “40 25s – Abril no Algarve”, promovido pela associação Teia D’Impulsos em parceria com a Editora Arandis, será apresentado ao público no dia 23 de Abril, no âmbito da Tertúlia A Arte da Revolução.
O projecto “40 25s – Abril no Algarve” visa sensibilizar os cidadãos e promover a reflexão sobre as conquistas da Revolução, concentrando o enfoque a uma escala regional. Essa viagem pelos 40 anos de democracia em Portugal será feita através das memórias daqueles que viveram de perto o 25 de Abril de 1974 mas também dos que nasceram já depois da Revolução e que, no seu dia-a-dia, nas suas escolhas, nas liberdades adquiridas, nos direitos exercidos são, mesmo que irreflectidamente, herdeiros de Abril.
Ao longo de um ano, com início em Abril de 2014, o projecto “40 25s – Abril no Algarve” irá desenvolver-se em duas vertentes. A primeira será a organização de tertúlias que visam reflectir sobre aspectos específicos do 25 de Abril de 1974 e dos quarenta anos de democracia que agora se comemoram. “A Arte da Revolução” é a primeira de um conjunto de tertúlias que se decorrerão até Abril de 2015. A outra vertente do projecto concretizar-se-á com a recolha de um conjunto lato e diverso de testemunhos, com o objectivo de revitalizar a memória do que foi (e do que é) o 25 de Abril no Algarve. Ao longo do ano e de forma contínua, estes testemunhos serão divulgados por via de um blogue dedicado ao projecto. No final, serão seleccionados aqueles que se revelaram mais significativos e editados em livro. Tudo, para que se continue a construir Abril. Sempre.

Lota Cool Market

lota cool

É já no próximo dia 31 de Maio que a Antiga Lota de Portimão vai acolher a primeira edição do Lota Cool Market, uma organização da Teia D’Impulsos e da Designer Diana Condesso. Este projecto tem como principais objectivos a promoção e divulgação de pequenos negócios, a sivulgação de produtos artesanais de qualidade, o cultivo pelo consumo de produtos portugueses e de produtos artísticos e de design, o cultivo pela realização deste tipo de mercados, tal como acontece em outros países da Europa e a dinamização da cidade através da vinda de visitantes de outras localidades. A longo prazo pretende-se criar um mercado de culto no Algarve, que entre no percurso da rota de pequenas marcas portuguesas de produtos que se enquadrem nas características acima descritas.

Para mais informações consulte a Página Facebook Lota Cool Market

João Pinto completa desafio “Algarve Há Vela”

Pinto

Está Concluído o Desafio “Algarve Há Vela”!
João Pinto, paraplégico com lesão medular desde há dois anos, percorreu a costa algarvia a bordo de uma embarcação à vela, este fim-de-semana de Páscoa 17 e 20, com o objectivo de promover a prática da vela adaptada para pessoas com deficiência.
O objectivo da Vela Adaptada é promover a prática da vela a pessoas portadoras de deficiência, criando condições materiais e humanas à acessibilidade e integração social dos seus praticantes, com relevo especial à formação de todos os interessados e seus acompanhantes.

Comparativamente com a vela tradicional, os barcos de vela adaptada têm de ser mais seguros e não podem virar. A prática da modalidade exige um menor esforço físico, mas em termos teóricos, técnicos e tácticos é muito semelhante à vela tradicional. A vela torna-se então uma oportunidade privilegiada de obter (ou manter) uma relação os desportos aquáticos e o mar. As dificuldades existem evidentemente, mas o voluntarismo e a vontade tudo ultrapassa.
No âmbito do Projecto Vela Solidária e na sequência do início da actividade da Escola de Vela Adaptada, em 2013 – tendo como objectivo proporcionar a participação em regatas inseridas nos quadros competitivos nacionais e internacionais, João Pinto aceitou o desafio e lançou-se na aventura.
Nas palavras do João, “Considero que nasci para o desporto, é por isto que gosto de viver. Este é um desafio que quero concretizar para sensibilizar e promover a vela adaptada a pessoas com deficiências.”

Mais informações em Algarve Há Vela

Algarve Há Vela

Algarve Vela

Em finais de 2011 e principios de 2012 a Vela Solidária começou a dar resposta a solicitações de instituições cujas populações alvo são pessoas portadoras de deficiência. Em Dezembro de 2013 e em estreita parceria com o Iate Clube da Marina de Portimão, lançamos a escola de vela adaptada destinada a pessoas portadoras de deficiência física.
A vela continua a ser vista como um desporto elitista e inacessivel à grande maioria da população e às pessoas portadoras de deficiência em particular. Com o objetivo de sensibilizar a população algarvia, instituições, decisores políticos e o tecido empresarial do Algarve, o velejador João Pinto – vice-campeão da Europa e Campeão Nacional de vela adaptada no ano de 2013, – propõe-se percorrer a costa algarvia numa embarcação da classe Access 303 utilizando o vento como único meio de propulsão.
Este desafio, com a designação de “Algarve Há Vela”, terá início Em Lagos e terminará em V.R.S. António, passando no seu trajeto por, Portimão, Albufeira, Vilamoura, Faro, Olhão e Tavira. Desta forma, pretendemos demonstrar as potencialidades da prática da vela, bem como angariar novos parceiros que possibilitem à Vela Solidária chegar a todo o Algarve.

À Bola para Ajudar rendeu 1500 kg de alimentos

sacos

Pelo terceiro ano consecutivo, o Portimonense Sporting Clube e a Teia D’Impulsos uniram-se para levar a cabo mais uma edição do À Bola para Ajudar. No passado dia 13 de Abril, aquando do jogo de futebol entre Portimonense e Tondela, os muitos apoiantes do Portimonense que se deslocaram ao estádio para assistir ao encontro contribuíram com bens alimentares para este projecto solidário.
Foram angariados no total cerca de 1500 kg de alimentos que foram distribuídos pelas 3 instituições beneficiadas: o Refeitório do Centro Social Paroquial da Nossa Senhora do Amparo, a Associação Flor Amiga e o Serviço Social do Centro Hospitalar do Algarve – Unidade Hospitalar Lagos-Portimão. Agradecemos também aos voluntários destas instituições que colaboraram na recolha dos alimentos.

rocha

Vela Solidária inicia actividade no Porto

bb douro

Este domingo, dia 13 de Abril 2014, a Vela Solidária abriu actividades no Porto em parceria com a BBDouro e a marca BBDouro for ALL. As actividades tiveram início às 10h00, e contaram com a participação de 112 crianças e jovens de várias instituíções e centros do norte do país.
O grupo de crianças e jovens foi dividido em grupos e tiveram oportunidade de andar à vela no Rio Douro. No final das actividades foi feita a apresentação do Projecto Vela Solidária, e da Marca BBDouro for ALL e assinado o Protocolo de Trabalho entre as Associações. De hoje em diante, a BBDouro irá desenvolver actividades de Vela Solidária e Vela Adaptada semanalmente nomeadamente com o Escolhe Vilar, Projecto Transformers, APEE Autismo, entre outros.

A missão de quebrar o elitismo desportivo da vela e contribuir para uma melhor integração social, com base na prática regular de vela continua a ser o nosso grade alicerce.
Para a abertura das actividades na cidade do Porto estiveram presentes Luís Brito, fundador da Vela Solidária, Tiago Águas, Coordenador de Projecto e Maria Nobre de Carvalho, Directora de Comunicação do projecto. Um especial agradecimento a toda a equipa BBDouro – nomeadamente aos skippers Hugo Freitas, João Cunho, Tiago Morais, Sebastião Rosas, Frederico Silva e Stefani Mota por terem proporcionado uma experiência de vela inesquecivel a todos os jovens; a Ana Guedes pela colaboração na organização do evento; e a Diogo Barros, Director Geral da BBDouro pela iniciativa e entusiasmo com que se juntou à Vela Solidária.

À Bola para Ajudar

cartaz_jogo_futebol_2014

O Portimonense Sporting Clube, através do seu projeto Portimonense Solidário e a “Teia D’Impulsos – Associação Social, Cultural e Desportiva”, irão organizar mais uma iniciativa solidária, denominada À bola para ajudar, que decorrerá no próximo dia 13 de Abril, aquando do jogo de futebol entre Portimonense e Tondela a partir das 16h. Esta parceria, que este ano tem com missão o auxílio a instituições que ajudem famílias em dificuldade, irá colaborar diretamente com o Refeitório do Centro Social Paroquial da Nossa Senhora do Amparo, Associação Flor Amiga e Serviços Sociais do Centro Hospitalar do Algarve – Unidade Hospitalar Lagos-Portimão.

Para este jogo apelamos a todos os interessados em fazer o bem sem olhar a quem que até ao dia indicado possam trocar um bilhete do jogo de futebol, no mínimo, por produtos no valor de dois euros, entre os quais se recomendam: enlatados, leite, arroz, massa, papas e fraldas.
Até ao dia do jogo a entrega dos produtos decorre na sede do Portimonense. No dia do jogo, a troca dos produtos doados pelo bilhete para o jogo tem lugar a partir das 14h junto às Bilheteiras do Estádio. Vamos todos apoiar. Do pouco, podemos fazer muito. Eis o repto para todos aqueles que gostam do Portimonense, amam Portimão e querem ajudar o próximo.

Nota de Imprensa 08-2014