Edifícios devolutos – O que fazer?

Não perca no próximo dia 13 de Fevereiro de 2013, às 21 horas, na Casa Manuel Teixeira Gomes em Portimão, o quinto episódio da segunda série de debates Teia D’Ideias. A temática em discussão, será: Edifícios Devolutos – O que fazer?
Numa altura em que o sector da construção se encontra praticamente estagnado e a oferta de imóveis acabados de construir é muito maior que a procura, é inevitável pensar que os chamados “edifícios devolutos” não terão um futuro melhor que a deterioração, o uso clandestino, o incêndio ou a derrocada.
Mas será mesmo só este o destino possível de tantas ruas de cidade, de tantos testemunhos arquitectónicos da nossa história, de tantos espaços que marcaram presença no desenvolvimento da vida social, cultural, económica e política das nossas gentes? A Teia D’Impulsos desafia os participantes da tertúlia a idealizar estratégias de actuação sobre o número crescente de edifícios desocupados e degradados que integram a paisagem urbana.

Para discutir a problemática dos Edifícios Devolutos, contaremos com a presença no painel de discussão de: Vitor Lourenço (Ordem dos Arquitectos – Delegação do Algarve), Lucinda Caetano (Equipa de Regeneração Urbana de Portimão), Ricardo Pina (Ricardo Pina, arquitectos) José Paulo (STAP – reabilitação de construções), Francisco Florêncio (advogado – direito urbanístico). A Teia D’Impulsos será representada no painel por Luis Matos. A moderação do debate de ideias estará, mais uma vez, a cargo de Nuno Silva.
O encontro está aberto a todos os interessados, que poderão assistir ao vivo e participar activamente no debate. Salienta-se ainda o apoio da Delta Cafés e da Pastelaria Mira na realização do coffee-break, a quem, desde já, manifestamos o nosso agradecimento.

Nota de Imprensa 03-2013

contactos

FIQUE A PAR DE TODAS AS NOVIDADES

SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER