O Associativismo foi o tema de conversa

A participação da Teia D’Impulsos nas comemorações do Dia da Cidade terminou no dia 12 de Dezembro na Casa Manuel Teixeira Gomes com mais um episódio da Teia D’Ideias, que teve como tema: “O Associativismo e a Cidade – Juntos ou de costas voltadas?”.
A tertúlia prolongou-se pela noite dentro alimentada pelo entusiasmo dos intervenientes, que preferiram trocar as mágoas das dificuldades financeiras e das faltas de apoios, que grande parte das associações sente hoje em dia, por uma visão aberta para o futuro do movimento associativo em Portimão, reflectindo nos passos a dar para o seu crescimento.
Entre as oportunidades e desafios para as associações, que foram identificados pelos participantes no debate, destacamos o papel das associações como eixo de ligação entre o poder político e a comunidade, a necessidade de novos modelos de gestão responsável, as suas funções de intervenção social numa sociedade em crise cultivando os princípios da solidariedade e da partilha, o seu contributo para o desenvolvimento local, e ainda, o seu papel na formação cívica dos mais jovens fomentando os valores da cidadania.
Foi dada uma especial importância para a opção pelas sinergias e parcerias entre associações e com outras entidades publicas e privadas como garantia fundamental para a sua sustentabilidade quando os recursos financeiros escasseiam. Numa visão optimista, a crise económica é entendida pelas associações como uma oportunidade para o movimento associativo. As necessidades criadas pelo novo paradigma social podem fazer com que os cidadãos procurem mais as suas associações locais, seja com um intuito recreativo, cultural, social ou desportivo.
Foram muitas as ideias que surgiram desta Teia, tendo todas elas como denominador comum a necessidade de sinergias frutíferas entre as várias associações da cidade de Portimão. Salientaram-se linhas orientadoras como o desenvolvimento de um forum de troca de experiências e de trabalho conjunto entre os vários intervenientes do movimento associativo, a criação de uma estrutura a nível municipal que agilize o contacto e o apoio concedido pelo município à actividade das associações, o desenvolvimento de iniciativas que dêm a conhecer as associações aos cidadãos, a criação de uma plataforma digital que potencie a divulgação e a coordenação das actividades das associações entre si, ou como o investimento na formação dos dirigentes associativos.

Nota de Imprensa 35-2012

contactos

FIQUE A PAR DE TODAS AS NOVIDADES

SUBSCREVA A NOSSA NEWSLETTER